quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Os Pioneiros das cisternas Urbanas em Irauçuba nas Décadas de 50 , 60 e 70 do século XX

Sr. Santo Agostinho (dono de bodega), Sr. Doca Severiano (dono de loja de tecidos), Pedro Domingues ( dono de bar e pequeno pecuarista), Sr. Jorge Domingues (dono de posto de gasolina, bodega e pequeno pecuarista), Sr. Francisco Jeremias ( primeiro guarda da SUCAN de Irauçuba), Sr. Edmilson Vasconcelos ( o ex-vereador Bibiu), Sr. Benedito Celestino (dono de bodega)

sábado, 25 de agosto de 2012

Tia Gilda Uma Professora Irauçubense Que Tocava Órgão

       
Por Félix Vasconcelos




Tia Gilda era uma professora de voz macia, educada e sorridente. Ela era uma professora irauçubense da década de sessenta. Tocava órgão  na antiga igreja (hoje Banco do Brasil), ela era a única professora irauçubense que sabia ler partitura . Gilda Gomes fora educada em Sobral, município próximo de Irauçuba.
         Ao retornar à Irauçuba fundara a sua própria escola. O ensino era basicamente a leitura e as quatro operações básicas da Matemática: somar, dividir, multiplicar e dividir.
          A escola  com cadeiras de ferro e madeira, bem modernas para a época.A escola ficava na esquina da Rua Walmar Braga, ali ao lado da praça central de Irauçuba.
          Na época em que se usava palmatórias para punir as crianças indisciplinadas, ela relutava em usá-la, para ser sincero , se ele usou este recurso pedagógico eu não sei. Ela era muito amada pelos seus alunos, pois era muito cordial.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Pag 41 Carta-Apelo para Tornar Irauçuba Um Município



 Carta-Apelo para Tornar Irauçuba Um Município (Escrita por José Barbosa de Lima  Publicada no jornal O Povo  Em 20 de novembro de 1956)
                                          
    Avante, Irauçubenses !


   No momento em que a simpática Vila de Irauçuba sacode-se de entusiasmo, na ânsia febril de sua autonomia política, faço sentir a minha simpatia por essa justa iniciativa que por certo encontrará eco nos ouvidos dos homens de bem de nossa augusta Assembléia .
    A antiga Cacimba do Meio tem sobrada razão em querer elevar-se à categoria de cidade do nosso “hinterland”, porquanto vilas menos movimentadas já o conseguiram graças à boa vontade e ao espírito de luta de seus filhos. Não se mede as cidades pela sua extensão, mas pelas tradições e mesmo pelas suas necessidades. Elevando-a à categoria de município estaremos prestando justa homenagem à memória de seu primeiro benfeitor, que se chamou Luis da Mota e Melo e cuja Vila foi objeto de suas constantes preocupações.

     Alias, não posso falar sobre a formação política desta Vila, porquanto o pouco que venho dizendo foi informação de um amigo ali residente. Apenas venho dizer que o povo daquela zona clama altissonantemente pelas suas justas reivindicações. Clama assim, clama incessantemente “Clama ita que ne cesses”.

     Aproveitamos o impulso do povo. A voz do povo espelha a Voz da Providencia. “Vox populi, Vox Dei. Esta a advertência da Divina Sabedoria. Não nos deixemos vencer por egoísmo político. Façamos valer as nossas tradições de honradez e caráter. Saibam aqueles que abominam tão justa Causa que o povo desta Vila não está dormindo e nem se encontra de cócoras como o Jeca! Ele saberá enfrentar as incompreensões e vicissitudes que se lhe deparam num acinte de ódio e de inveja. Não se faz mister , ressalto , o meu estímulo ao povo audaz e laborioso de Irauçuba, porquanto de lá ele já se está debatendo na trincheira das suas justas inspirações.

     Redigindo estas ligeiras notas, queremos salientar que foi o senhor Paulo Rodrigues Bastos, por muito tempo influente Chefe político daquela localidade, um dos que mais trabalharam pelo soerguimento dessa vizinha e progressista Vila que já possui ares de cidade.

     Que o povo de Irauçuba, como Diógenes, não fique de mão estendida para estátuas, apesar de tanta indiferença com que muitos encaram este movimento. Praza aos céus não se arrefecer o ânimo titânico desse povo altivo e sobranceiro que ao contrario do filosofo, não está acostumado à recusa de uma vez que persistirá nas suas sagradas aspirações.


terça-feira, 19 de julho de 2011

Pag 40 AVENIDA CENTRAL, SE TORNA AVENIDA PAULO BASTOS




        As primeiras casas do entorno pertenceram a Luís Gomes da Mota, Raimundo Gomes da Mota, Maroca Ramos, Sr. Camerino, Raimundo Coelho da Mota, José Rodrigues, Pedro da Mota Filho, Antônio Rodrigues Cavalcante, Paulo Rodrigues Bastos, Francisco Jeremias Vasconcelos Ramos (sic), Capitão Pena e Sr. Araújo Chaves.
        Em 1936 Paulo Bastos, político, empresário, educador instala vários empreendimentos comerciais em Irauçuba no estado do Ceará.  Hotel Cearense, Posto de Gasolina, Mercearia geram, naquela época, aproximadamente 25 empregos.




          Incentivou para que Irauçuba se torna-se distrito , depois incentivou para que Irauçuba se torna-se Município. Quando vereador de Itapajé  contruiu as primeiras escolas do distrito de Irauçuba;homem de grande influência.
      Voltando ao passado em 1932, passava na Cacimba do Meio uma comitiva de acadêmicos de direito que iam numa excursão na serra da Ibiapaba visitar a gruta do Ubajara passaram no pequeno lugarejo da Cacimba do Meio para um banho e um lanche na comitiva ia um jovem filho de Itapipoca, Perillo Teixeira, que falando com um comerciante Antônio Rodrigues Cavalcante, pediu a ele se era possível um banho disse o comerciante que a água aqui é difícil mais arranjou uns meninos e mandou pegar a água que custou um mil réis a lata d‟água, era na época dos réis do vintém, era a moeda que circulava no período. O jovem acadêmico vendo a precariedade da água na região se comprometeu com o senhor Antônio Rodrigues que logo que chegar em Fortaleza ia à Inspetoria de Obras Contra as Secas falar com o diretor para conseguir um poço profundo e um cata-vento para a Cacimba do Meio como era chamada e o jovem cumpriu a promessa em junho do ano seguinte, a perfuratriz se encontrava ali na praça perfurando o poço e foi feito, dava muita água a perfuratriz se encontrava ali na praça perfurando o poço e foi feito, dava muita água só que não servia para consumo humano mais servia para os animais, pois a água que é muito salgada não dava para se beber.


terça-feira, 19 de abril de 2011

Pag 38 Biografia do Professor Barbosa (Um Educador Irauçubense)


Professor Antônio Barbosa Braga nasceu no sítio de Firino do distrito de Missi, município Irauçuba em 11 de março de 1942. Cursou ensino médio magistério no Colégio São Francisco de Assis em Itapajé em 1968.Curso superior na área de Ciências pela Universidade Federal do Ceará em 1976. Curso de Secretário Escolar de 1º e 2º Grau em 1977.
Fundador do Colégio Paulo Bastos em Irauçuba. Professor do Ginásio Paulo Bastos de 1º de março de 1969 a 3o de agosto de 1999. Diretor do Colégio Paulo Bastos de 1º de março de 1971 a 30 de agosto de 1999.


Vereador da Câmara Municipal de Irauçuba de 1967 a 1970, de 1971 a 1973. de 1973 a 1977 e de 1983 a  1989. Vice-prefeito de Irauçuba na gestão de 1989 a 1992. Primeiro e Segundo Secretário de Educação de Irauçuba no período de 1997 a 2000 e de 2001 a 2004. Professor concursado do município a partir de 03 de fevereiro de 2003. Atualmente está à disposição da Secretaria de Educação no setor de legislação.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Pag 37 Padre Marcos : um dos primeiros padres irauçubenses



Nascido a 05 de abril de 1961 em Itapajé- Ce. Filho de Isaias Gonçalves Mota e Antônia Marques Mota. Seus irmãos: Marilene, Isanildo, Almeida, Márcia, Marquelino, Daniel, Josias e Tacinho.


Aos cinco de anos de idade, iniciou seus estudos na escolinha da Tia Gilda, onde fez o ABC. Cursou o ensino fundamental I na Escola da Sra. Ceci e na Escola Municipal; concluiu o Ensino Fundamental II no Centro Educacional Paulo Bastos em Irauçuba. Aos doze anos, começou a participar do Grupo de Coroinhas que ajudavam ao Padre Pascoal, sendo este o primeiro passo na caminhada vocacional.

Aos 14 de fevereiro de 1977 entrou para o Centro Vocacional em Itapipoca, onde passou um período de três anos, tempo necessário para concluir o Ensino Médio no Centro Educacional Pio XII.

Aos 20 de janeiro de 1980 ingressou no Seminário Maior Regional em Fortaleza para iniciar os estudos Filosóficos-Teológicos.

Fez o Rito de Admissão na Capela do Seminário Regional NE I, aos 31 de outubro de 1982, sendo o oficiante D. Mauro Ramalho – Bispo de Iguatú.

Recebeu os ministérios de Leitorato e Acolitato na Catedral de N. Sra. das Mercês em Itapipoca, aos 4 de fevereiro de 1984 pelas mãos de D. Paulo Ponte.

Foi ordenado Diácono nesta mesma Catedral aos 21 de dezembro de 1985 pelo novo Bispo Diocesano, D. Benedito Francisco de Albuquerque.

No dia 5 de abril de 1986, aos 25 anos de idade, na praça da Igreja Matriz de Irauçuba- Ce, D. Benedito(Bispo de Itapipoca) concede o Sacramento da Ordem, ao jovem Marques, tornando-se o novo Padre Marques.

No dia 6 de abril celebrou sua primeira missa, na matriz de São Luiz de Gonzaga, em Irauçuba. No dia 8 de abril, celebrou sua segunda missa, matriz de São Francisco, Itapajé-Ce, igreja onde fora batizado.

Em 1º de maio de 1986 foi nomeado Vigário da Paróquia de Assunção, na Serra de Uruburetama, município de Itapipoca.

Nos 12 anos e 10 messes, que passou em Assunção, diante do grande desafio de ser Padre na região serrana, assumiu com zelo e amor a sua missão. Além do trabalho pastoral, também lutou com a comunidade na conquista de vários benefícios, visando a melhoria da vida da população.

Em novembro de 1987 foi convidado por D. Benedito para assumir o cargo de Ecônomo da Diocese de Itapipoca e foi confirmado no cargo por D. Antonio Roberto Cavuto, o novo Bispo Diocesano. Entre tantas realizações como ecônomo da Diocese, vale citar:

Aquisição da Rádio Irapuru;
Implantação da Rádio FM Esperança;
Construção do ITEPI;
Organização contábil e setor pessoal das paróquias;
Ampliou o patrimônio diocesano adquirindo (veículos, um terreno em Fortaleza,prédios, equipamentos, etc.);

E a situação financeira da Diocese estável.

Com a criação da Secretaria de Educação, Cultura e Desporto em 1993, Padre Marques foi nomeado 1º Secretário de Educação. Assumindo este cargo no período de 3 anos, destacando-se em seu trabalho por sua dedicação, dinamismo e senso de inovação.

Como secretário, Padre Marques destacou-se pela elaboração de projetos e articulação constante com outras entidades para adquirir melhorias á educação:

Possibilitou o acesso de todas as crianças á escola ampliando a oferta de vagas;
Investiu na capacitação de docentes;
Construiu, recuperou, ampliou e equipou as escolas de forma a atender melhor aos alunos;
Implantou e ampliou o sistema TVC, oferecendo oportunidade de conclusão do 1º grau a jovens da Zona Rural;
Prestou assistência escolar aos estudantes, atendendo-os com livros didáticos e kit’s escolares;
Adquiriu ônibus escolar em convênio com a FAE/MEC;
Municipalizou a merenda escolar proporcionando qualidade a merenda oferecida aos alunos, além de incentivo ao comercio local;
Criou uma Equipe de acompanhamento pedagógico sistemático a Educadores do Ensino Infantil e Fundamental I.
Investiu de forma sistemática na QUALIDADE de Ensino Público Municipal, favorecessem o crescimento educacional do município.

CONSTRUÇÕES PAROQUIAIS
Centro Paroquial Padre Moreira –CEPEMO Assunção 1989
Capela de São Pedro Barra Nova 1989
Capela de N. Sra. Aparecida Três Olho d’Água 1991
Capela de Santa Luzia Olho d’Água 1991
Salão Comunitário D. Paulo Ponte Quandu 1991
Capela de São Gerardo Arara 1992
Capela de N. Sra. da Conceição Santarém 1992
Salão Comunitário D. Benedito Mucambo de Cima 1992
Casa das Irmãs do Amparo Arapari 1993
Casa do sr. Raimundo(sacristão) Assunção 1993
Capela de São Cristóvão São Gonçalo 1996
Capela N. Sra. das Graças Escalvado 1998

REFORMAS E AMPLIAÇÕES
Conclusão da reforma da Igreja Matriz Assunção 1987
Capela de N. Sra. das Mercês Arapari 1990
Casa Paroquial Câmara 1992
Casa Paroquial Assunção 1993
Capela de N. Sra. de Nazaré Câmara 1995
AÇÕES COMUNITÁRIAS E SOCIAIS
Barragem de Barra Nova 1988
Monocanal de Assunção 1989
Rede Urbana de Telefone em Assunção 1989
Torre de Televisão da Região Serrana 1990
Casa de Farinha de Monte Alegre 1990
Lavanderia comunitária de Assunção 1992
Cacimbões comunitários 1993
Seis projetos de Energia(São José), beneficiando as comunidades:Santarém, Canto, Buquerão, Itapicu, Cabeceira do Mundaú e Muncambo de Cima
Idealização e criação do “Copão Serrano”
Fabrica de doces 1996
Passagem molhada em Olho d’Água 1999
PARTICIPAÇÃO EM AÇÕES COMUNITÁRIAS
Grupo de Coordenação dos planos de emergência 1987/1991
Movimento de Pro-emancipação dos Distritos: Assunção, Arapari, Deserto, Barrento e Betânia
Unidade de Bordado e Artesanato de Can
Implantação do Ensino Médio em Assunçã
Implantação do 1º grau em Arapari
Reativação da Associação Pro-melhoramento de Assunção.
Em 12 de março de 1999, assume a Paróquia de Itapajé como pároco; permanecendo até 30 de junho de 2004. Durante este período, realizou um grande trabalho de apoio e incentivo às pastorais, viabilizando a formação humana e cristã. Merece destaque o novo dinamismo da Festa de São Francisco – Padroeiro.
Ressaltamos as principais obras na estrutura paroquial:
Reforma da Casa paroquial;
Reforma das Capelas: Santa Cruz, São Miguel e Jorge;
Grande Reforma da Igreja Matriz;
Construção de Capelas nas comunidades: Ferros, Bombas, Barateiro, Chapada, Paraíso;
Construção do Templo da Esperança (em fase final);
Aquisição de um veiculo Fiat;
Apoio à implantação do Projeto de Reciclagem de lixo;
Conservação do Patrimônio Paroquial(Capelas, Salões, Secretaria paroquial, etc.).

Em 2000, foi chamado pelo Conselho de pais, professores e funcionários do Patronato São José para assumir a direção daquela escola que corria o risco de fechar suas portas.Desde então, sob a sua direção, o Patronato inicia uma nova fase em sua história. As reformas estruturais têm sido uma marca de sua gestão, merece destaque:
Construção dos banheiros infantis;
Construção do Parque infantil;
Construção da quadra esportiva;
Reforma geral da escola(salas de aula, banheiros, muro, pátio);
Reativação da Capela;
Implantação do Laboratório de Informática;
Implantação do sistema de som fixo em todo o Colégio;
Implantação da praça de alimentação;
Aquisição do sistema de som móvel;
Aquisição de equipamentos(TV, DVD, Computadores, DATASHOW, carteiras, móveis, etc.)
Aquisição de brinquedos infantis;
Ampliação do acervo da biblioteca;
E a maior obra de estrutura que está sendo construída: o Ginásio Poliesportivo
Graças ao empenho da atual direção e comunidade escolar, dentre as muitas melhorias físicas realizadas, é válido salientar o apoio e incentivo á proposta pedagógica da escola.
No entanto o destaque da administração atual,está na oferta do Ensino Médio, que formou sua primeira turma em 2006, e principalmente na qualidade dos recursos humanos da escola, que conta com um excelente quadro de profissionais da Educação infantil ao Ensino médio. Nesta linha pedagógica, enfatizamos algumas inovações e conquistas:
Reativou a Filantropia;
Feiras culturais diversificadas e extra-escola;

Em 2005, foi convidado pelo Prefeito de Irauçuba (Nonatinho) para assumir a Secretaria de Educação daquele município. Ao longo de um ano fez um trabalho de resgate do sistema educacional, investiu na cultura e no esporte, destacamos:

Elaboração do plano municipal de educação que rendeu ao município uma verba de R$ 432.000,00 para investimentos;
Implantação do programa Alfabetização e Cidadania, objetivando a diminuição do índice de analfabetismo, injetando uma verba de R$ 390.000,00
Reforma de escolas;
Projetos para a Banda de música, Biblioteca Pública, etc.
Em janeiro de 2006, deixou a Secretaria de Educação para assumir a direção administrativa e financeira da Escola de Educação Básica N. Sra. das Mercês em Itapipoca, a convite de D. Antonio, Bispo Diocesano.
Do seu trabalho junto a esta escola destacamos:
Aquisição de equipamentos( Datashow, TV, DVD, Caixa de som, microsystem, máquina digital, carteiras, computadores, etc.
Reforma e restauração em toda a escola;
Abertura do anexo do Curso de Auxiliar e Técnico de Enfermagem na cidade de Acaraú.
Em dezembro de 2008 renuncia a direção do Patronato São José, por ter que assumir em primeiro de janeiro de 2009 a Prefeitura de Itapajé.
Em primeiro de janeiro 2009 assume a Prefeitura de Itapajé como 31 Prefeito.

PARTICIPAÇÃO POLITICA
Em 1998 candidato a Deputado estadual, obtendo a soma de 9.800 votos.
Em 2002, novamente candidato a Deputado Estadual alcançou a soma de 19.340 votos(1º lugar do PTB – partido não fez a legenda)
Em 2004, foi candidato a prefeito de Itapajé conquistando 12.264 votos.
Em 2008, novamente candidato a prefeito de Itapajé, sendo vitorioso com um total de 14082 votos.






Nascido a 05 de abril de 1961 em Itapajé- Ce. Filho de Isaias Gonçalves Mota e Antônia Marques Mota. Seus irmãos: Marilene, Isanildo, Almeida, Márcia, Marquelino, Daniel, Josias e Tacinho.

Aos cinco de anos de idade, iniciou seus estudos na escolinha da Tia Gilda, onde fez o ABC. Cursou o ensino fundamental I na Escola da Sra. Ceci e na Escola Municipal; concluiu o Ensino Fundamental II no Centro Educacional Paulo Bastos em Irauçuba. Aos doze anos, começou a participar do Grupo de Coroinhas que ajudavam ao Padre Pascoal, sendo este o primeiro passo na caminhada vocacional.
Aos 14 de fevereiro de 1977 entrou para o Centro Vocacional em Itapipoca, onde passou um período de três anos, tempo necessário para concluir o Ensino Médio no Centro Educacional Pio XII.

Aos 20 de janeiro de 1980 ingressou no Seminário Maior Regional em Fortaleza para iniciar os estudos Filosóficos-Teológicos.
Fez o Rito de Admissão na Capela do Seminário Regional NE I, aos 31 de outubro de 1982, sendo o oficiante D. Mauro Ramalho – Bispo de Iguatú.
Recebeu os ministérios de Leitorato e Acolitato na Catedral de N. Sra. das Mercês em Itapipoca, aos 4 de fevereiro de 1984 pelas mãos de D. Paulo Ponte.
Foi ordenado Diácono nesta mesma Catedral aos 21 de dezembro de 1985 pelo novo Bispo Diocesano, D. Benedito Francisco de Albuquerque.
No dia 5 de abril de 1986, aos 25 anos de idade, na praça da Igreja Matriz de Irauçuba- Ce, D. Benedito(Bispo de Itapipoca) concede o Sacramento da Ordem, ao jovem Marques, tornando-se o novo Padre Marques.
No dia 6 de abril celebrou sua primeira missa, na matriz de São Luiz de Gonzaga, em Irauçuba. No dia 8 de abril, celebrou sua segunda missa, matriz de São Francisco, Itapajé-Ce, igreja onde fora batizado.
Em 1º de maio de 1986 foi nomeado Vigário da Paróquia de Assunção, na Serra de Uruburetama, município de Itapipoca.
Nos 12 anos e 10 messes, que passou em Assunção, diante do grande desafio de ser Padre na região serrana, assumiu com zelo e amor a sua missão. Além do trabalho pastoral, também lutou com a comunidade na conquista de vários benefícios, visando a melhoria da vida da população.
Em novembro de 1987 foi convidado por D. Benedito para assumir o cargo de Ecônomo da Diocese de Itapipoca e foi confirmado no cargo por D. Antonio Roberto Cavuto, o novo Bispo Diocesano. Entre tantas realizações como ecônomo da Diocese, vale citar:
Aquisição da Rádio Irapuru;
Implantação da Rádio FM Esperança;
Construção do ITEPI;
Organização contábil e setor pessoal das paróquias;
Ampliou o patrimônio diocesano adquirindo (veículos, um terreno em Fortaleza,prédios, equipamentos, etc.);
E a situação financeira da Diocese estável.
Com a criação da Secretaria de Educação, Cultura e Desporto em 1993, Padre Marques foi nomeado 1º Secretário de Educação. Assumindo este cargo no período de 3 anos, destacando-se em seu trabalho por sua dedicação, dinamismo e senso de inovação.
Como secretário, Padre Marques destacou-se pela elaboração de projetos e articulação constante com outras entidades para adquirir melhorias á educação:
Possibilitou o acesso de todas as crianças á escola ampliando a oferta de vagas;
Investiu na capacitação de docentes;
Construiu, recuperou, ampliou e equipou as escolas de forma a atender melhor aos alunos;
Implantou e ampliou o sistema TVC, oferecendo oportunidade de conclusão do 1º grau a jovens da Zona Rural;
Prestou assistência escolar aos estudantes, atendendo-os com livros didáticos e kit’s escolares;
Adquiriu ônibus escolar em convênio com a FAE/MEC;
Municipalizou a merenda escolar proporcionando qualidade a merenda oferecida aos alunos, além de incentivo ao comercio local;
Criou uma Equipe de acompanhamento pedagógico sistemático a Educadores do Ensino Infantil e Fundamental I.
Investiu de forma sistemática na QUALIDADE de Ensino Público Municipal, favorecessem o crescimento educacional do município.
CONSTRUÇÕES PAROQUIAIS
Centro Paroquial Padre Moreira –CEPEMO Assunção 1989
Capela de São Pedro Barra Nova 1989
Capela de N. Sra. Aparecida Três Olho d’Água 1991
Capela de Santa Luzia Olho d’Água 1991
Salão Comunitário D. Paulo Ponte Quandu 1991
Capela de São Gerardo Arara 1992
Capela de N. Sra. da Conceição Santarém 1992
Salão Comunitário D. Benedito Mucambo de Cima 1992
Casa das Irmãs do Amparo Arapari 1993
Casa do sr. Raimundo(sacristão) Assunção 1993
Capela de São Cristóvão São Gonçalo 1996
Capela N. Sra. das Graças Escalvado 1998
REFORMAS E AMPLIAÇÕES
Conclusão da reforma da Igreja Matriz Assunção 1987



Capela de N. Sra. das Mercês Arapari 1990



Casa Paroquial Câmara 1992



Casa Paroquial Assunção 1993



Capela de N. Sra. de Nazaré Câmara 1995







AÇÕES COMUNITÁRIAS E SOCIAIS







Barragem de Barra Nova 1988



Monocanal de Assunção 1989



Rede Urbana de Telefone em Assunção 1989



Torre de Televisão da Região Serrana 1990



Casa de Farinha de Monte Alegre 1990



Lavanderia comunitária de Assunção 1992



Cacimbões comunitários 1993



Seis projetos de Energia(São José), beneficiando as comunidades:Santarém, Canto, Buquerão, Itapicu, Cabeceira do Mundaú e Muncambo de Cima



Idealização e criação do “Copão Serrano”



Fabrica de doces 1996



Passagem molhada em Olho d’Água 1999







PARTICIPAÇÃO EM AÇÕES COMUNITÁRIAS







Grupo de Coordenação dos planos de emergência 1987/1991



Movimento de Pro-emancipação dos Distritos: Assunção, Arapari, Deserto, Barrento e Betânia



Unidade de Bordado e Artesanato de Canoas



Implantação do Ensino Médio em Assunção



Implantação do 1º grau em Arapari



Reativação da Associação Pro-melhoramento de Assunção.







Em 12 de março de 1999, assume a Paróquia de Itapajé como pároco; permanecendo até 30 de junho de 2004. Durante este período, realizou um grande trabalho de apoio e incentivo às pastorais, viabilizando a formação humana e cristã. Merece destaque o novo dinamismo da Festa de São Francisco – Padroeiro.







Ressaltamos as principais obras na estrutura paroquial:







Reforma da Casa paroquial;



Reforma das Capelas: Santa Cruz, São Miguel e Jorge;



Grande Reforma da Igreja Matriz;



Construção de Capelas nas comunidades: Ferros, Bombas, Barateiro, Chapada, Paraíso;



Construção do Templo da Esperança (em fase final);



Aquisição de um veiculo Fiat;



Apoio à implantação do Projeto de Reciclagem de lixo;



Conservação do Patrimônio Paroquial(Capelas, Salões, Secretaria paroquial, etc.).







Em 2000, foi chamado pelo Conselho de pais, professores e funcionários do Patronato São José para assumir a direção daquela escola que corria o risco de fechar suas portas.Desde então, sob a sua direção, o Patronato inicia uma nova fase em sua história. As reformas estruturais têm sido uma marca de sua gestão, merece destaque:







Construção dos banheiros infantis;



Construção do Parque infantil;



Construção da quadra esportiva;



Reforma geral da escola(salas de aula, banheiros, muro, pátio);



Reativação da Capela;



Implantação do Laboratório de Informática;



Implantação do sistema de som fixo em todo o Colégio;



Implantação da praça de alimentação;



Aquisição do sistema de som móvel;



Aquisição de equipamentos(TV, DVD, Computadores, DATASHOW, carteiras, móveis, etc.)



Aquisição de brinquedos infantis;



Ampliação do acervo da biblioteca;



E a maior obra de estrutura que está sendo construída: o Ginásio Poliesportivo







Graças ao empenho da atual direção e comunidade escolar, dentre as muitas melhorias físicas realizadas, é válido salientar o apoio e incentivo á proposta pedagógica da escola.







No entanto o destaque da administração atual,está na oferta do Ensino Médio, que formou sua primeira turma em 2006, e principalmente na qualidade dos recursos humanos da escola, que conta com um excelente quadro de profissionais da Educação infantil ao Ensino médio. Nesta linha pedagógica, enfatizamos algumas inovações e conquistas:







Reativou a Filantropia;



Feiras culturais diversificadas e extra-escola;







Em 2005, foi convidado pelo Prefeito de Irauçuba (Nonatinho) para assumir a Secretaria de Educação daquele município. Ao longo de um ano fez um trabalho de resgate do sistema educacional, investiu na cultura e no esporte, destacamos:







Elaboração do plano municipal de educação que rendeu ao município uma verba de R$ 432.000,00 para investimentos;



Implantação do programa Alfabetização e Cidadania, objetivando a diminuição do índice de analfabetismo, injetando uma verba de R$ 390.000,00



Reforma de escolas;



Projetos para a Banda de música, Biblioteca Pública, etc.



Em janeiro de 2006, deixou a Secretaria de Educação para assumir a direção administrativa e financeira da Escola de Educação Básica N. Sra. das Mercês em Itapipoca, a convite de D. Antonio, Bispo Diocesano.







Do seu trabalho junto a esta escola destacamos:







Aquisição de equipamentos( Datashow, TV, DVD, Caixa de som, microsystem, máquina digital, carteiras, computadores, etc.)



Reforma e restauração em toda a escola;



Abertura do anexo do Curso de Auxiliar e Técnico de Enfermagem na cidade de Acaraú.



Em dezembro de 2008 renuncia a direção do Patronato São José, por ter que assumir em primeiro de janeiro de 2009 a Prefeitura de Itapajé.



Em primeiro de janeiro 2009 assume a Prefeitura de Itapajé como 31 Prefeito.







PARTICIPAÇÃO POLITICA







Em 1998 candidato a Deputado estadual, obtendo a soma de 9.800 votos.







Em 2002, novamente candidato a Deputado Estadual alcançou a soma de 19.340 votos(1º lugar do PTB – partido não fez a legenda)







Em 2004, foi candidato a prefeito de Itapajé conquistando 12.264 votos.







Em 2008, novamente candidato a prefeito de Itapajé, sendo vitorioso com um total de 14082 votos.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Pag 36 A História da Igreja Assembléia de Deus em Irauçuba






Em setembro de 1964,    o ministério Templo Central de Fortaleza na pessoa do seu presidente, Pastor Emiliano Ferreira da Costa (em saudosa memoria) enviou para Irauçuba o 1º trabalho do evangelho, o evangelista Francisco José Ribeiro que fez o trabalho do Senhor com muita dificuldade, pois os crentes eram somente, a congregação da Serra Manoel Dias. Fez um grande trabalho de evangelização .

Ficou aqui até 17 de fevereiro de 1968 quando foi empossado 2º Pastor evangelista José Pinto de Oliveira que lançou a pedra fundamental deste templo em 4 de agosto de 1968 e o inaugurou em 3 de agosto de 1969,  despediu-se em 24 de marco de 1974 quando foi empossada o 3º Pastor, Misael de Sousa Lima que  permaneceu por 4 anos .

Despediu-se em 05 de agosto de 1978 quando foi empossado o 4º Pr. Dionísio José da Silva que Pastoreou durante um período de 9 anos .

Despediu-se em 06 de fevereiro de 1987, deixando empossado o pr. 5º Antonio segundo do Carmo que pastoreou por um período de 07 anos. Pastorado homem de Deus muito contribuiu para o crescimento da obra de Deus e mereceu receber de nossa augusta câmara o titulo de cidadão Irauçubense.

Despediu-se em dezembro de 1994 quando foi empossado o 6º Pr. Edmundo Marreira que pastoreou por um curto período de tempo dezembro de 1994 a maio de 1995.

Quando foi empossado em 22 de maio de 1995 o 7º Pastor: Otonio da Silva Ramalho, valoroso servo Senhor, ganhou muitas almas, o trabalho cresceu e frutificou com muitas vitórias, criou o departamento de crianças por sugestão de sua digna esposa; irmã Gecilda.

Despediu –se em 20 de agosto de 1999 quando foi empossado o 8º pastor Francisco Manoel Dias Botelho, homem de Deus, humilde que continuou o trabalho na mesma marcha, sem perder a direção do nosso grande Deus. Construiu templo, ganhou almas e fez a ultima grande reforma no nosso templo sede.

Despediu-se em 10 de março de 2001 quando foi empossado o 9º pastor Vandevaldo Silva de Vasconcelos, homem de fogo, animado e muito abençoado por Deus no seu ministério de 02 anos, ganhou almas e o Senhor o apravou com batismo no espírito santo, reconstrução da casa pastoral e fez outras obras importantes, glorias ao nosso Deus!




Despediu-se em 08 de fevereiro de 2004, sendo empossado o 10º Pastor Isaias da Silva Matias que pastoreou por um curto período de 02 meses e dezesseis dias.

Despediu-se em 24 de abril de 2004 quando foi empossado 11º Pr. Raimundo Nonato Pedrosa homem de Deus, Irauçubense, Pr. Engrandecido com grandes virtudes trabalhador incansável fazendo a obra do Senhor sem faze acepção; corajoso e edificante a que Deus abençoou poderosamente no trabalho, na Igreja e na família.

Despediu-se em 28 de outubro de 2005 quando foi empossado o 12º Pr. Nathanael Albuquerque Batista, o nosso atual pastor, homem de Deus, versado na palavra que tem pastoreado com dignidade e muito amor e compreensão. O trabalho cresce e prospera pela graça de Deus e a eficiência do Pr. Nathanael.